02/06/2001 - Paulo R.N.

P.Recentemente vi uma reportagem que falava sobre a terminação de suinos em galpões sem piso cimentado onde se colocava uma cama de marvalha de madeira ou outro material absorvente. Gostaria de maiores informações sobre esta nova maneira de se fazer a terminação dos suinos.

R.Paulo.

O uso do sistema de cama sobreposta " Deep Bedding ", já utilizado em alguns países na Europa, bem como nos EUA, e alguns criadores no Canadá, e na América do Sul, outros criadores no chile.

O primeiro conceito deste sistema e o uso de baias coletivas ( Baias Grandes ), ( Lotes Grandes ), com 250 a 300 animais da mesma idade, respeitando uma área de 1,4 a 1,5 metros quadrados por animal, do inicio até o fim da fase de Recria e Terminação, que permite um bom aproveitamento de antigos barracões de frangos (avicultura), com 10 metros de largura por 140 metros de comprimento = 1400 metros quadrados, com piso de terra onde faríamos uma cama antes da entrada do lote, que abrigaria por volta de 900 a 1.000 animais em um só lote da mesma idade. Ou ainda animais de 3 a 4 idades diferentes em lotes de 250 a 300 animais em baias com 350 a 400 metros quadrados respectivamente.

A principal vantagem do sistema DEEP BEDDING é o aproveitamento total dos dejetos, que ficarão misturados à cama, e que ao se retirar a cama ( fim do lote ), a compostagem já está pronta, para ser usada na agricultura.

A utilização do sistema de cama sobreposta diminui o impacto ambiental, pois não temos os dejetos (chorume/líquido), eliminamos a lagoas de decantação, e diminui-se o mal cheiro característico, nas criações de suínos, bem como diminui a proliferação de moscas no ambiente.

A cama poderá ser de Casca de arroz, palhadas de capim, cana, soja, palha de café, ou ainda sabugo de milho triturado ou até papel e ou papelão triturado.

O uso de maravalha, não tem sido recomendado, pois observamos uma maior incidência de animais com espirros e tosse, e constatamos maior índice de lesões pulmonares, noa parece que a liberação de poeira no ambiente poderia causar o problema, e ainda foi constatado nos EUA, que a cama de maravalha (cepilho de madeira), poderia estar causando linfoadenite nos suínos, que na inspeção por ocasião do abate estaria sendo confundida com Tuberculose e causando a condenação de carcaças.

Inicialmente usa-se uma cama de aproximadamente 35 a 40 centímetros de altura, e caso esteja molhando, compactando, formando placas, liberando gazes, amônia, repõe-se mais material nesta cama, durante o período de engorda.

Como regra geral precisaremos de 1,1 Kg de cama para cada Kg de ganho de peso esperado pelo suíno.

Como exemplo um animal que entra na Recria/Terminação, DEEP BEDDING com 20 Kg de peso com uma idade média de 60 dias e sai com 100 Kg de peso, com 145 dias de idade, teria um ganho de peso de 80 Kg e logo necessitaria de uma cama de 88 Kg.


<--Voltar