08/09/2009 – Carlos Henrique   Mineiros – GO.

Solicito Informações sobre Porco Canastra.

 

Carlos, inicialmente devemos considerar que as informações que disponibilizamos destes animais são de  1.950, ( que transcrevemos abaixo ). e da mesma forma esta " raça " provavelmente encontra-se extinta, como centenas de outras raças nacionais, possivelmente poderemos encontrar algum exemplar mas infelizmente, com sérios problemas de consangüinidade.

 Canastra01

Canastrão ( Zabumba, Cabano, Vermelho )

 

É raça primitiva, provavelmente originária do mesmo tronco da Bizarra portuguesa. É a maior raça natural nacional ( relato de 1.950 ); Sua cor é negra. com pelos finos e raros, porém há variedades regionais vermelhas (Canastrão vermelho) e com manchas brancas. Sua pele e pregueada nos animais adultos.

A cabeça é grande; grossa, de perfil côncavo, com fronte deprimida e pregueada, focinho grosso, bochechas volumosas, com orelhas grandes e cabanas. O corpo é comprido, apertado lateralmente, e os membros fortes, geralmente altos.

 

É tardio, prolífico, e as porcas boas mães. Sua aptidão é para produção de banha.

 Canastra

Canastra ( Meia Perna, Moxambomba )

 

Supõe-se derivado de raças portuguesas, tais como: Alentejana e Transtagana, pertencendo ao tipo ibérico. È geralmente negro, porém há também rebanhos de cor vermelha ( ruiva, do amarelo ao afogueado ) e malhados. As cerdas são finas, cobrindo bem a pele.

A cabeça é curta, subcôncava, com bochechas largas, orelhas médias, horizontais, dirigidas para frente, e para os lados. Pescoço curto. O corpo não é comprido, com a linha superior direita, às vezes enselada. Os membros são entre médios e curtos, separados. Seu tamanho pode ser considerado como médio.

As porcas são prolíficas, e criam bem. A aptidão da raça é exclusivamente para produção de banha.

 

Tatu ( Canastrinho, Nilo, Macau, Perna Curta, Baé )

 

Supõe-se ser esta raça derivada do porco Macau, ou ( chino, siamês ou cochinchino ) introduzidos no Brasil nos tempos coloniais. Pertence ao tipo asiático.

A pelagem mais comum é a negra, pelada ou com cerdas raras e muito finas. A Pele é também fina e macia.

A cabeça é pequena, de fronte abaulada, perfil subcôncavo, focinho curto ou comprido, orelhas retas e pequenas. O pescoço é curto e grosso e o tronco pequeno, compacto, baixo, com o ventre perto da terra e de pouca musculatura. Os membros são finos e curtos.

É porco precoce, pequeno, especializado para a produção de banha, com esqueleto muito fino, e que dá rendimento elevado. Muito manso, e de prolificidade regular, é criado principalmente para consumo nas próprias fazendas, como produtor de gordura.


<--Voltar