10/06/2003 -RHG Espirito Santo do Pinhal SP.

Solicito informações sobre desinfecção em suinocultura.

Amigo R, a finalidade da desinfecção nas áreas da suinocultura, visa principalmente manter o mais baixo possível a pressão de infecção, e o aparecimento de problemas como: diarréia em leitões, e infecções genitais nas matrizes, entre outras ocorrências observadas em granjas mantidas sujas, e com baixo nível de desinfecção.

O dinheiro economizado  em desinfetantes e gasto com antibióticos.

Como sabemos os desinfetantes não agem em ambientes onde encontramos matéria orgânica, “ fezes e outras sujidades”.

PRIMEIRO DIA.

Procedimentos para limpeza e desinfecção que usamos nas granjas de suínos.

As baias de maternidade, creche, são raspadas, lavadas totalmente quando desocupamos a sala completa.

Ao desocuparmos totalmente a sala, ( todos os animais foram retirados), imediatamente, efetuamos  uma lavagem com máquina de alta pressão, com detergente e água quente para remover toda sujidade, e gordura do ambiente.

Após esta limpeza rigorosa onde todas as partes móveis como pisos ripados, cochos, tampas de creep, aquecedores foram retirados, escovados, lavados e colocados ao sol, deixamos o ambiente secar totalmente.

SEGUNDO DIA.

As baias de maternidade, e creche, estão totalmente lavadas e já estão secas, ai então aplicamos uma pulverização em todo o ambiente ( paredes, pisos, baias, teto, ripados); com desinfetantes específicos, e que são trocados o principio ativo a cada 90 dias.

TERCEIRO DIA.

O desinfetante agiu, e as baias estão novamente secas, assim como todo o ambiente secou, aí então efetuamos uma pintura geral ( generosa ) com uma solução de cal.

Após esta pintura, estes ambientes são fechados e mantidos isolados em vazio sanitário, por dois dias.

QUARTO  DIA.

As salas são mantidas totalmente fechadas em vazio sanitário, sendo rigorosamente proibida a entrada de pessoas e animais neste ambiente.

QUINTO DIA.

Neste dia de manhã, efetuamos uma nova desinfecção do ambiente, com desinfetantes diferentes do que foi usado no primeiro dia, e a tarde as salas são novamente repovoadas, com este programa de limpeza, higiene e desinfecção e vazio sanitário eliminamos em mais de 99% as incidências de: diarréias, edema, encefalite entre outros problemas.

Nas baias de recria e terminação, assim como baias de reposição e baias de machos e gaiolas de gestação a limpeza é feita da mesma forma, e os procedimentos são os mesmos, só não existindo vazio sanitário total, pois apesar da baia ficar vazia,  o ambiente ( baias ao lado ) estão com animais, mas o rigor na limpeza e desinfecção  do ambiente e o mesmo.

Com estes procedimentos diminuímos as: infecções genitais, repetições do cio, corrimentos e metrites, bem como os problemas de MMA, os comprometimentos de problemas de casco, e as piobaciloses e artrites.

Obs:  Devemos a cada 90 dias trocar as marcas e princípio ativo dos desinfetantes usados na nossa granja.

Quanto melhor e mais rígido for o programa de limpeza e desinfecção adotado, menores serão os problemas de infecções observados na nossa granja.

Nas granjas onde observamos a ocorrência de problemas de:  Rinite, e Pneumonia Enzoótica, onde adotamos um programa rígido de desinfecção e vazio sanitário, os problemas com as doenças acima diminuiu consideravelmente.


<--Voltar