09/11/2001 - K.V. , Cruz Alta - RS.

P: Eu gostaria de saber mais sobre os escamoteadores, qual o tipo de material utilizado para a construção dos mesmos, se vocês possuem figuras, desenhos, fotos, de escamoteadores. Estou fazendo um trabalho de faculdade, do Curso de Medicina Veterinária da UNICRUZ (Universidade de Cruz Alta - RS) e não encontro material sobre o assunto.

R:A respeito da sua pergunta sobre " escamoteadores ", que também chamamos de ( creep ), é o local destinado ao aquecimento e proteção dos leitões. É evidente que a medida que a suinocultura foi evoluindo se tornou necessário o uso de um ambiente definido para abrigar os leitões recém nascidos.

O uso de escamoteadores e ou CREEP, iniciou-se nas anos 1920 nas primeiras suinoculturas, confinadas na Europa, em função das baixas temperaturas e do aumento de leitões esmagados, que procuravam se aquecer, encostando na mãe ( matriz ) e esta ao se levantar para ( mijar , cagar ) acabava pisando nos leitões matando-os, e ao deitar esmagava-os, aumentando muito a mortalidade e perda de leitões, nesta época iniciou-se o uso das primeiras gaiolas de maternidade e o uso de escamoteadores ( creep ).

O material usado atualmente, depende muito da região, ahi no sul ainda usa-se muito fazer os creep de madeira, e usar camas ( piso ) de tábuas, e forrados com cepilho de madeira para proteger os leitões do frio. Mas poderemos fazer os creep de tijolo, concreto premoldado, e ou placas, e ainda de madeirit, ou de placas de fibro-cimento, chapa de ferro ou ainda plásticos (veja fotos abaixo).

Escamoteador Escamoteador
Escamoteador Escamoteador
Escamoteador
Fotos cedidas gentilmente por Kátia Vincensi

Antigamente usávamos creep na frente das gaiolas de maternidade que ocupava toda a frente da gaiola, com uma medida de 0,50 centímetros x 2,80 metros, que era a parte da frente da gaiola. Com um total de 1,4 metros quadrados, para proteger uma leitegada, ( quanto desperdício de área ), hoje fazemos creep, na lateral ( frente da gaiola ) um creep ao lado do outro, com uma medida de 1,10 centímetros por 0,50 centímetros na frente e fechando em cunha para o centro da gaiola chegando a 0,25 centímetros, com uma área total de 0,327 centímetros quadrados, com uma grande economia de área, e com menor gasto de energia para manter o aquecimento do mesmo, por ser uma área muito menor, e muito mais aconchegante para o leitão e muito mais fácil de manter limpo, seco, desinfetado, e com um ambiente confortável para os leitões.

Para aquecimento:

Usamos lâmpadas e ou resistências elétricas, ou ainda gás, a agora mais recentemente usamos energia solar com placas em cima dos barracões, que aquece água que circula pelo piso, mantendo-o aquecido, por volta de 38º C, que seria a temperatura ideal para se manter no piso.

Veja na seção Equipamentos, na foto 2 ( gaiola de maternidade ) no canto superior direito da foto podemos ver parcialmente um creep, feito em concreto, Concretado junto com as paredes das baias de maternidade.

Veja ainda nos informativos técnicos, o Informativo Técnico 11 que aborda o assunto sobre mortalidade de leitões e a importância do creep, em uma maternidade.

Na seção de projetos, poderá ver uma maternidade com os creeps instalados lado a lado, em forma de V e veja ainda no final da seção de projetos o informativo técnico 43 que também lhe trará muitas informações.


<--Voltar