05/02/2002 - Neto

P. Como devo alimentar fêmeas em lactação?

R.É evidente que faremos algumas observações de como procedemos na nossa GRANJA com 600 matrizes, e lembre-se que estamos no Brasil central, e temos temperaturas médias acima de 30 Graus. ( veja Informativo Técnico sobre conforto Térmico ), onde temos monitorado a temperatura média ( MÁXIMAS ), dos últimos três anos.

Adotamos o seguinte procedimento para o preparo de Marrãs ( leitoas ) virgens a serem preparadas. Leitoas F-2 Tiradas do plantel.

Até 130 a 140 dias de idade usamos a ração normal de Recria e ou Crescimento, ( por volta de 2 kg dia ), a partir desta idade, até aproximadamente 200 dias de idade, usamos ração reposição, ( 2 Kg dia ), e nos últimos 8 a 10 dias que antecede a cobertura e ou inseminação passamos a usar ração de Flusching ( ou poderá usar ração de lactação ).( por volta de 2,5 Kg dia ), até a data do inicio do cio, ( serviço ), iniciando o serviço, passamos a utilizar ração gestação e nos primeiros 26 dias pós cobertura, tratamos estas matrizes ( recém cobertas ), com restrição alimentar,( nunca mais de 2 Kg dia), após os 27 dias pós cobertura aumentamos gradativamente a oferta de ração, observando o estado físico da matriz ( SCORE CORPORAL ), não deixando as fêmeas engordarem, e nos últimos 30 dias de gestação passamos a utilizar a ração Pre-lactação, ( 2,5 Kg dia ), todos os tratos acima são feitos duas vezes por dia, as 7 horas e 17 horas; até o dia do parto, assim que ocorrer o parto, passamos a ração Lactação, que usamos em todo o período de Lactação, por volta de até 6 a 7 Kg dia, iniciando com 2 Kg no dia do parto e aumentamos por volta de 1 Kg por dia, chegando por volta de 5 dias pós parto em 6 a 7 Kg de ração, e começamos com dois tratos por dia, e vamos aumentando o número de vezes que tratamos diariamente, fazendo os tratos nos seguintes horários, 7 horas da manhã, 12 horas ( meio dia ), 17 horas, 22 horas da noite e 2 horas da manhã., e evidente que nestes tratos procuramos tratar um volume maior de ração nos horários mais frescos ( noite ), e no dia da desmama continuamos a utilizar a ração lactação, por volta de 2,5 kg dia até o inicio do cio ( cobertura/inseminação ), iniciando a cobertura voltamos a ração gestação, e inicia-se novamente o programa acima da ração gestação em diante.

Quando recebemos matrizes F -1 ( compradas fora ) adotamos o mesmo programa, pois recebemos matrizes ( marrãs ), com aproximadamente 140 a 150 dias iniciamos o mesmo programa acima com ração reposição, e dahi para frente adotamos o mesmo programa nutricional. Este programa serve também para matrizes mais velhas do plantel.

Observe que temos matrizes com até 13 a 14 partos e parindo normalmente. e devemos considerar que o nosso intervalo de desmama/cobertura nos últimos 3 anos em mais de 4.600 coberturas foi de 6 dias e em mais de 4.250 desmamas, o intervalo de parto/desmama foi de 26 dias.

Lembre-se que não existe uma regra básica, padrão absoluto para todas as granjas, devemos considerar cada caso e procurar acertar o programa nutricional usado, com o melhor manejo adequado para sua granja, ( Usamos o programa nutricional MAXI NUTRIÇÃO) , e depois de alguns anos usando três outros programas, nos últimos três anos o melhor programa nutricional, que nos proporcionou os melhores resultados foi o programa MAXI.


<--Voltar