02/09/2002 - Alessio.

P.Solicito informações sobre as diferenças entre a carne suína provida do manejo intensivo e a carne provida do manejo extensivo.

É evidente que se o material genético utilizado, bem como os mesmos níveis nutricionais ( mesmos Ingredientes ) mesmas formulas de ração forem iguais nos dois sistemas, a carne destes suínos deverão ser muito parecidas, com os mesmos níveis de gordura.

Devemos considerar ainda que nos sistemas extensivos somente as matrizes e reprodutores ficam soltos no pasto ( piquetes ) e em alguns casos mantemos os leitões em uma creche ( solto ) sistema SISCAL ( Sistema de suinos Criados ao ar Livre).

E a engorda ( terminação ) em ambos  os sistemas e feito totalmente confinados.

A diferença que pode haver e quando chamamos um sistema extensivo de criação de animais à campo ( tipo caipira ) " criação de porcos " que são duas coisas bem diferente.

Estas criações à campo ( soltos ) de animais nacionais, tipo Piau, Tatui, Sorocaba, Junqueira, Caruncho: entre outras raças nacionais ( tupiniquins ) que infelizmente a mais de 30 anos deixaram de ser melhorados geneticamente e atualmente encontram-se  em vias de extinção, a não ser uns poucos exemplares mantidos no banco genetico do Cenergem ( EMBRAPA) em Brasília.

Estes animais nacionais eram criados basicamente com milho, Farelo de Arroz e ou faelo de trigo e ainda Soro de leite e restos de comida. E são animais estritamente tipo BANHA. e de crescimento lento e péssima conversão alimentar.


<--Voltar