25/01/2001 - A.Lúcio. (Florestal / MG)

P: Solicito informações e materiais técnicos sobre manejo sanitário:

R: Companheiro Lúcio.

É evidente que em suinocultura, e principalmente quando o assunto é sobre manejo sanitário, não podemos elaborar uma receita de bolo, que serve para qualquer granja, mas podemos enumerar alguns cuidados para manter uma granja sanitariamente com bom status.

Quando falamos de granjas novas (recém construídas), devemos ter um bom isolamento, cercas e alambrados que protegem a granja, e ainda cercas vivas, como eucalipto e sansão do campo para servir de barreira sanitária. Não permitir a entrada de visitantes nas instalações da granja, e quando for permitida a entrada e isto serve diariamente para funcionários e proprietário deverá tomar banho e usar roupas próprias dentro da granja. Controlar a entrada de animais como cães e gatos, e ainda caprinos, bovinos e outros suínos (principalmente porcos) deverão ser mantidos longe das criações de suínos. Adquirir matrizes e reprodutores de procedência conhecida e garantida com relação ao status sanitário, para termos certeza que não estaremos introduzindo alguma doença no nosso rebanho. Conhecermos a qualidade das matérias primas que usamos nas formulações das nossas rações, para que não corrermos o risco de introdução de problemas. Adotar um programa de segurança sanitária tão rígida, quanto for o status sanitário das criações de suínos da região. Adotarmos um programa de vacinação que deverá ser recomendado por um veterinário da sua região, com alguma experiência em suinocultura, e que conheça o status sanitário da sua granja, que acompanhe periodicamente abates de animais e proceda necropsia com alguma regularidade, e que mantenha monitorado constantemente o nível sanitário da sua suinocultura.. Recomendamos ainda uma visita em nossa HP na nossa granja, e veja no informativo técnico 12 onde abordamos o assunto status sanitário.


<--Voltar