03/01/2005 -Marcelo Amorim.:  Buritizeiro MG.

Meus animais estão com muito toucinho, quando chegam na fase final de engorda.

Amigo Marcelo, é evidente que são alguns fatores que podem determinar a quantidade de toucinho ( banha ), em um suíno, no momento do abate.

Inicialmente, deveremos avaliar o material genético que estamos usando, algumas genéticas, tem um pouco mais propensão a deposição de gordura. Outra indicação, é que quando usamos Fêmeas de um programa genético, obrigatoriamente deveremos usar também os Machos do mesmo programa genético.

Quando tiramos matrizes e reprodutores do próprio plantel, ( fazemos nossas matrizes ), as famosas F-2, estamos promovendo um atraso genético no nosso plantel, e isto também provoca gradativamente um aumento da espessura de toucinho, nos animais de abate.

Deveremos manter um programa de reposição de matrizes e reprodutores, da seguinte forma: Matrizes pelo menos 25 a 30% de reposição ao ano, o que quer dizer que a cada 3 a 4 anos teremos trocado o plantel de fêmeas da nossa granja. E para os Reprodutores uma reposição de 30 a 40% ao ano, que representa trocar o plantel de machos a cada 2,5 a 3 anos.

Quando a venda dos nossos animais ( CEVADOS ) para o abate são feitos acima de 110 a 120 Kg quando temos um material genético não apropriado para venda de animais PESADOS, o problema de espessura de toucinho piora sensivelmente.

Outro fator fundamental no aumento da espessura do toucinho, é fornecer rações molhadas nas fases de recria e terminação.

Poderemos ainda ter um aumento de toucinho, com os comedouros automáticos, com bebedouro incluso ( bebedouro dentro do comedouro ).

Quando usamos rações comerciais, ( compradas prontas ), também poderemos ter mais problemas.

Quando o preço do Farelo de Soja está muito alto, e diminuímos a inclusão deste ingrediente nas formulas das rações poderemos também tem um aumento da espessura do toucinho.


<--Voltar