17/04/2003 -W.S. - Araguaina TO.

Transporte de Suínos.

Conforme relata que transporta seus animais para o abate, em um frigorífico que está a mais de 400 Km de distância, e que tem ocorrido mortes durante o transporte, quebra de peso de mais de 10%, e condenações de carcaça, por ocasião do abate, com lesões internas, pisaduras, quebraduras etc...

Recomendamos algumas medidas que possivelmente diminuirão seus problemas de transporte de suínos para o abate.

Os animais deverão ser sempre manejados com cuidado, atenção, calma e de forma nenhuma bater, e ou espancar os animais, e maneja-los sempre, para não causar stress.

Inicialmente recomendamos vender animais com um peso médio entre 100 e 105 Kg,; com uma idade média entre 150 e 160 dias;  que seria o mais recomendado para a nossa região.

Adotar o seguinte procedimento no arraçoamento pré abate. dos animais.

24 horas antes do embarque adicione 5 Kg/ton de Bicarbonato de Sódio na ração terminação. E nas ultimas 8 horas antes do embarque, retire toda a ração dos cochos e deixe os animais em jejum, absoluto, somente água a vontade ( se possível deixe os cochos cheio de água ) e revise todos os bebedouros que deverão estar funcionando perfeitamente.

No momento do embarque, que preferencialmente deveria ocorrer por volta de 10 horas da noite, pois se está a 400 Km do frigorífico estimamos que o tempo de viagem será de 6 a 8 horas, e os animas chegariam no frigorífico por volta de 4 as 6 horas da manhã quando normalmente é o horário que inicia os abates.

A carroceria do caminhão deveria ter uma cama,  que pode ser serragem, maravalha, casca de arroz, usamos com ótimos resultados capim Napier Triturado, por volta de 10 balaios de Napier em um caminhão para 100 animais.

Como os animais estão em período de jejum, acabam comendo parte da cama de capim, o que diminui a quebra de peso, pois transportamos animais a mais de 600 Km e a quebra de peso é de menos de 2% e a mortalidade no ultimo ano foi de 0,1, que foi de 15 animais mortos em 15.000 transportado. E a condenação de carcaça foi 0,5% por outras causas.

O caminhão para transporte de suínos deveria ter uma carroceria adequada para não machucar os animais, e a carga deverá ocupar todo o espaço da carroceria, não deixando animais amontoados e muito menos espaços vazios que permitiria que os animais ficassem jogando uns contra os outros. O motorista deverá ser treinado, evitando-se arrancadas e freiadas bruscas, bem como movimentações laterais excessivas, e o ideal seria que a viagem fosse feita sem nenhuma parada.

Devemos ainda estar atentos ao manejo dos animais no momento da descarga, como são alojados no frigoríficos, pois muitas vezes o produtor acaba pagando pelos erros cometidos já rampa  de descarga e ou nas baias de recepção do frigorífico.


<--Voltar