18/10/2013 – Guatapará-SP – Marcos A.F.

No dia 5 passado uma porca minha deu cria á 13 leitões, e os mesmos nasceram com um problema, tremedeira, no início achei que poderia ser frio, mais logo vi que não era. Alguns já melhoraram, mais a tremedeira não passa.

Pesquisei na internet e achei alguns relatos de tremores em leitões.

Gostaria de saber se tem cura, no entanto hoje apliquei 1ml de agrovet plus em cada um.

Se tiver alguma informação a respeito me mande.

 

A ocorrência de tremor poderia ser normalmente em algumas situações.

 

Tremor Congenito ( correlação genética )

Animais normais, ao nascer já apresentam um tremor, que dificulta as mamadas, podendo ocorrer mortes e ou refugagens, em função da limitação de consumo de ração. as vezes em um lote de 13 leitões, alguns apresentam sintomas mais fortes de tremores e outros as vezes nenhum sintoma no mesmo lote. Observe se os animais em repouso ( dormindo ) se apresentam sintomas de tremores. Normalmente  quando em movimento, ou acordados.

 

Tremor;

Com possível comprometimento de micotoxinas nas rações da matrizes, nas fases de gestação e lactação, tem muita refugagem e mortes súbitas tremem acordados e dormindo.

 

Tremor.

Devido intoxicação por sal ( cloreto de sódio ) quando utiliza soro de leite na alimentação dos animais na criação, pode aparecer leitões com esta sintomatologia. Apresenta incordenação motora, vômitos, salivação abundante, diarréia, mortalidade, refugagem.

 

Tremor.

Poderíamos ter ainda alguma ocorrência de tremor nos leitões ao nascer, com possível intoxicação da matriz, por ocasião da gestação, com produtos sistêmicos, para controle de sarna, produtos pulverizados. Jamais recomendamos a utilização destes produtos para suínos.

 

No caso de tremor "congênito" a aplicação de antibiótico, pode ajudar, pois melhora a resistência dos animais. o mais importante e ficar atento se estão conseguindo mamar, ( se alimentar ) se tiver dificuldade devemos segura-los nos peitos das porca no momento da mamada, oferecer leite em mamadeira. pois podem morrer de fome ou ficarem muito debilitado.

Neste caso a ocorrência vai diminuindo com o passar do tempo, se bem que mesmo estes animais quando adultos poderão apresentar em algum momento, algum tremor.

 

Em nenhum dos casos relatados, tem algum comprometimento sanitário, ou transmissível, que possa fazer mal o consumo da carne destes animais  no futuro, no momento que forem abatidos.

 



<--Voltar