01/05/2003 -JUB -  São Paulo - SP.

Existe equipamentos para detecção de prenhes de matrizes de suínos?

Companheiro, a detecção de prenhes em matrizes de suínos, nas granjas pequenas, com menos de 300 matrizes é normalmente feita no “olhometro”, com acompanhamento diário de possível retorno de cio, e aumento gradativo da barriga da porca.

Nas granjas maiores usamos além do “olhometro” diário, e acompanhamento dos possíveis sintomas de retorno de cio, que caracteriza uma matriz vazia, usamos equipamentos que podem ser:

Ultra som , que são equipamentos relativamente baratos, por volta de U$. 400 dólares  que permite a detecção de prenhes a partir de 25 a 30 dias pós serviço, com alguma precisão e depende do operador, pois a indicação de gestação positiva se dá através de som, e o funcionário que opera o equipamento deverá estar bem treinado para identificar a diferença de som emitido, e sempre atento ao fazer os exames, na parte da manhã após a matriz ter urinado pois a bexiga cheia de urina poderá mascarar o resultado.

Ultrasonografia. São equipamentos mais sofisticados, que custam entre U$ 1.000 e 9.000 dólares dependendo da complexidade e qualidade do exame exigido, inclusive com tela à cores, e podendo até identificar o número de leitões, no útero da porca. Normalmente estes equipamentos já permitem a identificação da gestação a partir de 18 a 19 dias pós serviço, com maior precisão entre 25 a 40 dias, neste sistema permite a visualização de imagens e som, sendo muito mais preciso que somente o equipamento de som.


<--Voltar